Tendo presente os eventuais perigos inerentes à actividade da empresa Mozal, de processamento de alumínio, autorizada a permanecer seis meses sem filtros nas suas chaminés, foi criado um espaço de discussão nas aulas de Biologia Geologia, tendo os alunos recolhido notícias pertinentes para obtenção de informação sobre o assunto. O material recolhido foi levado a debate alargado, no passado dia 15 de Outubro, às 12H45, no Auditório Carlos Paredes, com as presenças das turmas 10.ºA1 e 11.A1 e da organização Justiça Ambiental, que tentou responder às inquietações dos alunos.

O debate abordou os efeitos ambientais da empresa Mozal, entre outras existentes na Matola, nomeadamente os que, a curto e longo prazo, se reflectirão na saúde pública, bem como analisou a legislação ambiental nacional e internacional sobre o Ambiente e os vários constrangimentos que impedem a sua aplicação.

A iniciativa foi do agrado de todos os presentes pois a maioria dos alunos participou de forma entusiasta, percebeu, também, o papel que lhes cabe na construção da sociedade enquanto cidadãos intervenientes e activos.

Depoimentos
Rafael Jiminez (11.ºA1) | Para obter um maior conhecimento sobre o bypass da Mozal a palestra foi extremamente enriquecedora e pertinente para mim. A sessão foi animada pois os alunos que estão na área da ciência e tecnologia puderam debater a teoria numa situação real e pratica do nosso dia-a-dia.

Mafalda Vasconcelos (11.ºA1) | A palestra foi bastante interessante pois foi esclarecedora e ao mesmo tempo dinâmica e com sentido de humor. Os convidados da JA foram prestativos e simpáticos, pois tentaram esclarecer-nos de tudo que se passa com a questão dos filtros, partilhando os documentos sociais connosco. Desta forma cada aluno pode construir a sua ideia, tornar-se crítico e activo, no sentido de fazermos por mudar a situação actual do nosso país. Este é um tema que nos interessa pois afecta-nos directamente.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo