web diafrica17a
Um debate sobre identidades culturais, impulsionado pela audição da história “O menino de todas as cores”, foi a atividade central das comemorações do Dia de África, realizadas ontem no átrio central da nossa Escola e protagonizadas por alunos do terceiro ano da EPM-CELP e de duas escolas moçambicanas.

“Não existe só uma cor num país”, “somos africanos, mas somos do mundo inteiro” e “temos uma identidade individual e a identidade de continente” foram algumas das conclusões do diálogo dinamizado por Sandra Macedo, professora de Filosofia, depois de ouvido o coletivo dos pequenos pensadores. A iniciativa resultou da parceria estabelecida entre o Grupo Disciplinar de Filosofia/Psicologia, através do projeto “Filosofia para Crianças”, o projeto “Mabuko Ya Hina” e a Biblioteca Escolar José Craveirinha com o objetivo de promover a reflexão sobre a interculturalidade no mundo.

O diretor pedagógico da Escola Comunitária 4 de Outubro, Benedito Chiziane, fez um balanço muito positivo das atividades de partilha cultural, manifestando o desejo de “manter o intercâmbio para o aluno desta escola ter noção da realidade moçambicana e das dificuldades que vivenciamos no dia-a-dia”, afirmou.

Ao debate seguiu-se uma atividade de expressão plástica alusiva ao tema, orientada por Inês George, coordenadora do Departamento de Expressões. Para o final esteve reservado o “repasto” de maçarocas assadas, bananas, mandioca e outros vegetais disponíveis ao ar livre, defronte do edifício central.

web diafrica17 1 web diafrica17 2
web diafrica17 3 web diafrica17 4
web diaafrica17b

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo