web jornadasLP
A Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) participou na nona edição das Jornadas da Língua Portuguesa, realizada nos passados dias 4 e 5 de maio na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo. Representaram a nossa Escola Catarina Domingues e André Figueiredo, respetivamente terapeuta da fala e professor do Departamento de Expressões, que elaboraram e apresentaram o projeto “O que vou ter hoje? - Horário adaptado como forma de Literacia e Inclusão!”, acarinhado pela diretora Dina Trigo de Mira, igualmente presente no evento.

O projeto iniciou-se no ano letivo de 2015/2016, tendo como ponto de partida um horário escolar comum, com informação escrita que não é dominada por alguns alunos, complementando-se com outras formas de comunicação, entre as quais símbolos, fotografias, marcadores diários, sombras e desenho livre. Pretende-se, desta forma, que o aluno consiga interpretar e utilizar a informação contida no horário sem depender de um adulto, fomentando a sua autonomia. O projeto contribui, assim, para uma melhor inclusão dos alunos com necessidades educativas especiais (NEE’s) na EPM-CELP. A apresentação de Catarina Domingues e André Figueiredo reforçou a ideia de que o horário adaptado pode ser aplicado não só aos alunos com NEEs, mas também aos que se encontram em idade pré-escolar, bem como a adultos e idosos com dificuldades na comunicação.

web jornadasLPmaputoCatarina Domingues fez um balanço positivo da participação da EPM-CELP no evento, destacando “o caráter inovador e utilitário do tema”, o qual, acrescentou, “despertou o interesse da audiência fora da Escola Portuguesa, com quem foi possível partilhar contactos e experiências relativamente às práticas da terapia da fala com os alunos com NEE’s da EPM-CELP”. A concluir, afirmou que a iniciativa “valorizou aquilo que é feito dentro da Escola Portuguesa, proporcionando maior aproximação à comunidade envolvente”.

A apresentação do projeto “O que vou ter hoje? - Horário adaptado como forma de Literacia e Inclusão!” integrou-se no eixo temático dedicado às tecnologias de informação e comunicação e desenvolvimento das literacias das Jornadas da Língua Portuguesa que, este ano, foram subordinadas ao tema “Língua e Literacia(s) no século XXI”. De acordo com informações contidas na página oficial do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, organizador do evento em parceria com a Universidade Eduardo Mondlane e a Universidade Pedagógica, a iniciativa teve o objetivo de “apresentar, discutir e divulgar o conhecimento que vem sido produzido na área temática da língua portuguesa e do desenvolvimento da(s) literacia(s) ou em áreas que com estas se relacionam”.
.
.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo