Participaram nas atividades professores, alunos e convidados amantes da literatura, como é o caso de Noa, crítico literário e professor de literatura na Universidade Eduardo Mondlane. Os alunos do 10.º C iniciaram o programa, declamando "Construção", um poema do conhecido escritor angolano Ondjaki. Seguiu-se uma apresentação do 11.º C1 com a leitura de um excerto do conto "Capuchinho Vermelho", do autor brasileiro Millor Fernandes. Na sequência, realizaram-se interpretações de poemas do autor moçambicano Aldino Muianga ("Rosa Xintimana") e do português Sebastião da Gama ("A Toada do Ladrão"). Para concluir, os alunos do 11.º A1 leram poemas de Timor e de Cabo Verde.

A celebração teve como objetivo principal divulgar conhecimentos e aspetos culturais sobre países que partilharam a mesma língua. Espera-se que esta iniciativa estimule a interação entre culturas diversas e povos distintos, sempre valorizando o que nos é comum, que é a nossa língua.

Beatriz Rosado, Bernardo Silva, Inês Pereira e Tiago Reis (10.º C)

{phocagallery view=category|categoryid=29|limitstart=0|limitcount=0}


Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo