web livro.cavaloeborboleta dez17
A apresentação encenada do livro “O cavalo e a borboleta”, de Margarida Abrantes, teve lugar em três momentos distintos entre ontem e hoje. Realizadas no Auditório Carlos Paredes da Escola Portuguesa de Moçambique - Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP), as encenações da história destinaram-se aos alunos do ensino pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico, contando com a colaboração de Kim Salip, professor de dança da nossa Escola.

web cavalo.borboleta dez17“O cavalo e a borboleta” é a segunda obra de Margarida Abrantes publicada pela EPM-CELP, depois da “O sonho da menina”. Quando se iniciou no mundo da escrita não fazia ideia de que o Centro de Formação ia proceder à publicação dos seus livros, integrados na Coleção Infanto-Juvenil: “foi um impulso que me deu”, desabafou a docente da disciplina de Educação Física da nossa Escola que admite ter “mais coisas escritas, mas dependerá da vontade de a escola publicá-las ou não”.

A história de “O cavalo e a borboleta” reflete sobre o papel de pais, professores e educadores no crescimento e evolução das crianças, especialmente das que têm necessidades educativas especiais e cujo processo de crescimento é mais lento e gradual. Trata-se, ainda, de uma homenagem aos professores e educadores.

As três apresentações decorreram ontem de manhã para os alunos do ensino pré-escolar e hoje, também durante a manhã, as duas sessões destinaram-se às crianças dos primeiro e segundo anos de escolaridade, respetivamente. A última apresentação contou, ainda, com a presença dos alunos da terceira classe da Escola Comunitária N’twananu, que ilustraram o livro com os seus desenhos, e no último momento do espetáculo os meninos do ensino estruturado da EPM-CELP surpreenderam Margarida Abrantes com a interpretação da música “Superfantástico”, da Turma do Balão Mágico.

web cavalo.borboleta1 dez17 web cavalo.borboleta2 dez17

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo