A colisão ocorreu a 11 de Setembro de 2013, quando um asteroide com cerca de 400 quilogramas e um metro de diâmetro, que se deslocava à velocidade de 61 mil quilómetros por hora, originou uma cratera com cerca de 20 metros.

O asteroide, caso estivesse em rota de colisão com a Terra, não causaria, muito provavelmente, nenhum efeito, a não ser as sempre espetaculares "estrelas cadentes", resultantes da sua desintegração na atmosfera terrestre. O facto de ter criado esta explosão tão brilhante deve-se ao facto de a Lua não ter atmosfera e, consequentemente, não tem nenhum "escudo protetor" contra impactos de pequenos asteroides.

Relembre-se que a EPM-CELP participa no projeto internacional "Caça aos asteroides", observando no terreno as imagens provenientes dos telescópios, juntamente com escolas secundárias e universidades de todos os continentes do planeta. Moçambique está representado nesta campanha pela EPM-CELP e pela Universidade Eduardo Mondlane.

O projeto "Caça aos asteroides" conta com a colaboração das seguintes instituições: Hardin-Simmons University (Abilene, Texas), awrence Hall of Science (University of California at Berkeley), stronomical Research Institute (Westfield, Illinois), Global Hands-On Universe Association (Portugal), Sierra Stars Observatory Network (Markleeville, California), Tarleton State University (Stephenville, Texas), The Faulkes Telescope Project (Wales), Yerkes Observatory (Williams Bay, Wisconsin), Western Kentucky University (Bowling Green, Kenthucky), Las Cumbras Observatory (Santa Barbara, California), G.V. Schiaparelli Astronomical Observatory (Italy), Mt. Lemmon SkyCenter (Tucson, Arizona) e Astrometrica (Áustria). E as colaborações especiais de The Panoramic Survey Telescope & Rapid Response System (University of Hawaii), National Astronomical Observatories of China (Beijing), Astronomers Without Borders (United States), Space Generation Advisory Council (Vienna, Austria), Haus der Astronomie (Heidelberg, Germany), IceCube Neutrino Detector (University of Wisconsin, Madison) e Target Asteroids! (University of Arizona, Tucson).

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo