web semana.francofonia1 2019
Promover a língua francesa e o conhecimento sobre o espaço geocultural francófono são os objetivos gerais das celebrações da Semana da Francofonia iniciadas hoje na EPM-CELP com uma série de atividades centradas nos alunos. Logo cedo, pela manhã, a atração foram a exibição do filme “A Família Bélier", no Auditório Carlos Paredes, e a exposição “Vila da Francofonia”, no Pátio das Laranjeiras.


O evento é celebrado em 2019 sob o lema “Francês um traço de união” cuja missão é tornar a língua um instrumento de comunicação e aproximação de povos. De acordo com a representante da disciplina de Francês da nossa Escola, Estela Pinheiro, esta é a segunda vez em que a EPM-CELP se inscreve nas celebrações oficiais da francofonia em Moçambique e, por isso, “estamos a promover várias atividades de difusão da língua e do conhecimento do espaço francófono”, explicou a docente.

O primeiro resultado da integração da EPM-CELP nas comemorações oficiais da francofonia em Moçambique foi apresentado pelos alunos do terceiro ciclo do ensino básico, ilustrando a variedade cultural e identitária dos países francófonos através da produção de suportes informativos como o «bilhete de identidade” de cada país, a gastronomia e as personalidades francófonas que fazem a diferença no mundo. A amostra pode ser vista no Pátio das Laranjeiras, onde os estudantes dinamizadores da iniciativa promovem concursos para avaliar o conhecimento dos participantes sobre a francofonia.

As manhãs de amanhã e quinta-feira serão dedicadas ao cinema, tal como hoje sucedeu com a exibição do filme “A Família Bélier", que extasiou o público. A película narra a história de uma aspirante a cantora cujos pais são surdos, combinando comédia, drama e músicas de ícones da canção francesa, como Michel Sardou. A trama do filme aborda o conflito entre as vocações pessoais e a vontade, por vezes divergente, dos progenitores.

Participarão nas atividades da Semana da Francofonia cerca de 100 alunos de escolas moçambicanas e, no último dia, três turmas da EPM-CELP irão apresentar uma peça teatral que encerrará o programa do evento.