A Escola Portuguesa de Moçambique - Centro de Ensino e Língua Portuguesa, teve a honra de apresentar a exposição Colectiva de Arte - "Mulher, Rostos de Vida".
Partindo do pressuposto de que a educação do ser humano não deve ficar confinada aos espaços físicos das instituições educativas e, de acordo com um dos onjectivos desta instituição, que é o de promover uma formação abrangente e pluridimensional nos campos científicos, cultural, moral e ético e artistico, a EPM acolhe regularmente artistas dos vários domínios de expressão.
A educação artística tem um papel chave no exercício de uma pedagogia reflexiva, através da qual se forma o olhar como uma janela para o mundo e para a sociedade.
A ideia de organizar esta exposição, partiu de Mankew, que pretendeu mostrar, não só a sua experiência como artista, mas também, a sua experiência como "mestre" e fonte de inspiração de artistas em início de carreira.
"Mulher, Rostos de Vida", é uma exposição que se enquadra nas comemorações do Dia Internacional da Mulher, retratando o dia-a-dia daquelas que, com o seu labor, e numa dádiva constante de vida, constroem o futuro de Moçambique.


Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo