web dia.europeu.linguas 26set19
Cores e sabores foram o mote, na manhã de hoje, das celebrações do Dia Europeu das Línguas na Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP). Em exposição, montada no átrio central da nossa Escola, alunos do terceiro ciclo do ensino básico e do ensino secundário exibiram, para vasto público, diversidades gastronómicas e linguísticas que caraterizam muitas nações espalhadas pelo mundo.

Para além da celebração do multilinguismo, que marca as múltiplas aprendizagens dos alunos da EPM-CELP, as turmas do nono ano do ensino básico, na companhia de encarregados de educação, usaram a efeméride para responderem a questões de solidariedade: venderam lanches para, com o receita arrecadada, ajudar um lar de idosos na cidade de Maputo.

De Moçambique, as turmas feiraram o doce de coco e gulabos; bacalhau, pataniscas, bolinhos de mel e pão de ló nos pratos portugueses; tiramisu, pizza e panna cotta do receituário italiano; tortilha espanhola e conchinhas, churrasquinhos e brigadeiros do Brasil a par de iguarias de outros países, como Reino Unido, Israel e França. Tudo para deleite e apreciação dos membros da comunidade escolar.

Para Cláudia Sousa, professora representante da disciplina de Inglês, para além do plurilinguismo os alunos celebraram o humanismo e a universalidade na “perspetiva de que eles possam transformar o mundo num lugar melhor e com valores de respeito pelo próximo”, afirmou a docente para quem “ajudar os idosos é garantir esse respeito. É preservar a história do mundo”, concluiu.

As celebrações do Dia Europeu das Línguas promoveram a consciencialização das semelhanças linguísticas, a identificação e localização geográfica dos territórios no mapa, o conhecimento de formas de saudação em diferentes comunidades culturais e a importância da aprendizagem de línguas. Por isso, ao nível da disciplina de Português, os alunos do 11.º ano pesquisaram diferentes línguas e dialetos de Moçambique, traduziram-nas e, de forma sequenciada, expuseram-nas em um vídeo. O trabalho está patente no átrio principal da Escola e tem dois minutos e meio de duração.

À semelhança dos outros anos, o Dia Europeu das Línguas uniu as disciplinas de Inglês, Francês, Português e Espanhol lecionadas na EPM-CELP. O que difere esta de outras celebrações do Dia Europeu das Línguas, de acordo com Graciela Valente, coordenadora do Departamento de Línguas, foi a gastronomia que, este ano, se juntou a uma causa maior: a solidariedade.

O Dia Europeu das Línguas foi comemorado, pela primeira vez, em 2001 por iniciativa conjunta do Conselho da Europa e da Comissão Europeia, visando celebrar a diversidade linguística como uma riqueza do património comum da Europa a preservar.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo