web cartaz.literaciaA 2018
A Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) celebra, desde 12 de setembro, o Mês da Literacia e prepara a sua participação na Feira do Livro de Maputo com olhar dirigido às crianças. A iniciativa conjunta, do projeto “Mabuko Ya Hina”, abriu no passado dia 12 com uma conversa com os autores do livro “A Formiga Juju”, Cristiana Pereira e Walter Zand, e estende-se até ao próximo dia 29.

O estímulo e o desenvolvimento da literacia em casa e na escola, questões colocadas pela UNESCO como centrais, encontram azo na edição 2018 do Mês da Literacia da EPM-CELP, que engloba lançamentos de livros, formações em criação de histórias, encontros com escritores de contos infantojuvenis, dinamizações de maletas de leitura, dramatizações e exposições de trabalhos inspiradores para os mais pequenos na aquisição de conhecimentos através da leitura e escrita. Oficialmente sob o tema “Ler e desenhar faz bem!”, as comemorações do Mês da Literacia prosseguirão amanhã, na Biblioteca Escolar José Craveirinha da EPM-CELP, com a exposição e apresentação dramatizada do livro “O Cavalo e a Borboleta”, de Margarida Abrantes, por um grupo de alunos e professores da nossa Escola e da EPC N´twananu.

web cartazliteracia2018Ainda alusivo ao Mês da Literacia e no âmbito da participação da EPM-CELP na Feira do Livro de Maputo, no dia 27 será apresentado o livro “A História de um Chapéu”, da autora portuguesa Sílvia Alves, pelos alunos da EPC 12 de outubro, com encenação de Rogério Manjate, e, no dia 28, a entrega da Maleta de Leitura à Escola Primária Completa 12 de Outubro.
Para encerrar o Mês da Literacia e a participação da EPM-CELP na Feira do Livro de Maputo, será exibido, no próximo dia 29 de setembro no Jardim do Tunduro, o filme de animação “Os pestinhas e o ladrão de brinquedos”, do realizador moçambicano Nildo Essa.

De acordo com Ana Albasini, coordenadora do projeto “Mabuko Ya Hina”, pretende-se com as atividades do Mês da Literacia “promover o gosto pelo livro e pela leitura, proporcionando aos alunos experiências diferentes e lúdicas”.

O Dia Internacional da Literacia celebra-se anualmente a 8 de setembro e foi instituído pela UNESCO. Segundo esta organização, “no atual contexto mundial o foco renova-se e centra-se na visão integrada dos desafios resultantes da globalização, digitalização e da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, procurando-se criar ligações entre literacia e aprendizagem ao longo da vida que contribuam para a melhoria da vida das pessoas através da aquisição de competências, técnicas e vocacionais, em políticas, práticas, sistemas e governação capazes de sustentar a integração de jovens e adultos numa sociedade mais equitativa e sustentável”.

A edição 2018 do Dia Internacional da Literacia subordina-se ao tema “Alfabetização e desenvolvimento de habilidades” e enquadra-se na necessidade de concentrar jovens e adultos em aprendizagens ao longo da vida, explorando as ligações efetivas entre a literacia e as demais competências. Neste caso, essas habilidades representam o conhecimento, as competências requeridas para o emprego e para meios de subsistência.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo