web visita.agencia.golo dez17
Na sequência da abordagem dos conteúdos programáticos sobre publicidade, lecionados nas aulas da disciplina de inglês, os alunos das turmas A1 e A2 do 11.º ano do ensino secundário da Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) visitaram as instalações da agência publicitária GOLO, localizada na avenida Mao Tsé Tung, em Maputo, nos passados dias 27 de novembro e 4 de dezembro.

A visita guiada levou os alunos aos diferentes estúdios e espaços da agência onde a diretora financeira Kátia Issufo e a produtora-executiva Filipa Nóvoa explicaram o funcionamento dos diferentes setores. “Conhecer esta agência foi uma experiência muito agradável porque, tanto eu como os meus colegas, conseguimos perceber o que é o mundo real da publicidade”, destacou Ranya Nizar, aluna da turma A2, acrescentando ter gostado “da forma como nos explicaram e nos deixaram à vontade para expormos as nossas duvidas”, em referência aos diferentes processos da produção publicitária.

A definição do público-alvo, a noção de rebranding, a importância das newsletters, a aposta na imagem e na criação de textos e de spots publicitários criativos, bem como todos os processos criativos subjacentes a essa criação, foram alguns dos diversos assuntos abordados durante a visita de estudo.

O aluno David Matias aprendeu que “aquilo que vemos nos anúncios e nos outdoors é muito superficial. Por detrás de toda a publicidade que vemos existe muito trabalho de dezenas de pessoas”, fazendo um balanço positivo da visita principalmente para os colegas que vão prosseguir estudo nesta área. A colega Ana Sousa partilhou a mesma opinião: “achei a visita muito enriquecedora, pois este género de iniciativas pode ajudar-nos a tomar decisões, já que alguns de nós são muito indecisos. Percebi que muitos de nós ficámos interessados e com mais alguma segurança em termos os objetivos no futuro”.

Filipa Nóvoa, por seu turno, considerou que “este género de visitas pode ajudar os alunos a definirem ou redefinirem rumos”, confessando a produtora-executiva, ao mesmo tempo, ser “recompensador, para nós enquanto agência, acolhermos estes alunos”, pois, adiantou, “quem sabe um dia não vêm trabalhar connosco!”. A mesma opinião partilhou a diretora financeira Kátia Issufo que fez, igualmente, um balanço muito positivo da iniciativa, considerando que “os alunos foram muito participativos e interessados”, garantindo que a agência GOLO pretende que este tipo de visitas abra os horizontes aos alunos “para que eles possam ver o que querem fazer e se identificam com isto ou não”, concluiu.

A iniciativa foi organizada pelo professor Abubacar Ibraimo que considerou ter sido “uma oportunidade para os alunos se inteirarem da realidade do mundo do trabalho numa agência publicitária”, sublinhando que alguns “alunos até manifestaram interesse em seguir, no futuro, a carreira publicitária”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo