Uma sessão de meditação, orientada por Janaina Melo, psicóloga da nossa Escola, deu início ao programa de comemorações, oferecendo às crianças uma experiência de introspeção e tranquilidade interior que serviu para exercitar e perceber a paz individual e coletivamente. Relaxar o corpo, da cabeça à ponta dos dedos dos pés, foi a indução corporal da proposta de meditação que, progressivamente, sugeriu quietude no auditório completamente lotado. Pequenos e grandes aproveitaram, com atitude de grande respeito, o momento que culminou com abraços entre pares, num grande gesto de amor ao próximo.

O conceito de paz e a compreensão de uma existência não solitária no Mundo foram alguns ingredientes que, a seguir, nutriram a conversa entusiasticamente participada pelos alunos. Abriu-se, assim, um espaço para um debate integrado no programa de Filosofia Para Crianças, em prática na EPM-CELP há vários anos, tornando bem presente a partilha de ideias sobre a paz, como valor universal, e as relações interpessoais. Estimulados pelo visionamento de uma pequena apresentação multimédia sobre a tolerância social e pela declamação de um poema filosófico sobre a paz, os alunos não hesitaram em tomar a palavra para partilhar pensamentos e sentires que evocaram a amizade, o amor, a partilha, a harmonia e a convivência no mundo.

Esta iniciativa é o resultado de uma parceria entre os professores titulares do quarto ano de escolaridade, os psicólogos do Gabinete de Psicologia e Orientação e do responsável do projeto de Filosofia Para Crianças com o intuito de reforçar nos alunos valores associados à Educação para a Cidadania.

web diapaz2 wen diapaz1

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo