Estão previstas cinco exibições em cada um dos dias até à próxima sexta-feira (17 de Setembro), todas com início às 10 e 30 e destinadas às turmas dos 11.º e 12.º anos do ensino secundário. Estão agendados os seguintes filmes: dia 14 - “Lobolo – O Preço da Noiva (Moçambique, da realizadora Irene Noogard); 15 – “A Cidade dos Mortos” (Portugal, Espanha e Egipto, Sérgio Tréfaut); 16 – “À Procura de Pancho” (África do Sul, Christopher Bisset); 17 – “Salani” (Moçambique, Isabel Noronha e Vivan Altman).

web_dockanema
Professores da EPM-CELP moderaram o debate com a participação dos alunos e da antiga aluna
da EPM-CELP, Lara Sousa, na imagem a usar da palavra

As projecções no Auditório Carlos Paredes serão seguidas de debate em torno da temática cultural abordada na obra e da sua expressão cinematográfica, sessões que serão orientadas pelos professores das turmas atrás referidas. Lara Sousa, antiga aluna da EPM-CELP, agora a frequentar o ensino superior, tem sido o elemento de ligação entre a organização do Dockanema e a nossa Escola, acompanhando o programa de exibições acordado entre as duas partes.

Diana Manhiça, designer gráfica da EPM-CELP, participa no 5.º Dockanema como realizadora do filme “A Ponte”, exibido hoje no anfiteatro da Universidade Eduardo Mondlane e também agendado para a próxima quinta-feira (dia 16), às 18 horas, no Scala. A EPM-CELP é uma das entidades apoiantes do 5.º Dockanema, apoio que também foi efectivado nas edições anteriores do maior festival de cinema de Moçambique.

Visite aqui o sítio oficial do 5.º Dockanema

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo