web sophiaA 08NOV19
Em comemoração do centenário do nascimento da poetisa portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen, o grupo disciplinar de Teatro, em colaboração com o Coro da EPM-CELP e de professores de diversas disciplinas exibiu, na última quarta-feira (6 de novembro), várias peças teatrais e cânticos poéticos interpretados a partir da obra da homenageada. O espetáculo, intitulado “SOPHIA 100 Anos – Performance” e dividido em oito partes, foi protagonizado por 43 alunos do sétimo ano do ensino básico, 12 professores e dezenas de membros do coro.

Mais do que celebrar o centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, o evento artístico, dinamizado pelo professor de teatro Rogério Manjate, no Auditório Carlos Paredes, reconheceu a obra e vida da poetisa portuguesa no preciso dia do seu aparecimento no mundo, no Porto (Portugal), em 1919. No palco, assistiu-se a verdadeiras viagens à poesia da “Cidade”, passando pela “Pátria” e “Fundo do Mar”, até desaguar na “Canção do Mar”, entoada pelo Coro da EPM-CELP e “tocado” pela voz soberba de Eufrázia Rodolfo, a emprestar um espírito africano inconfundível à dramatização musicada.

Privilegiando sempre a temática do amor, através de encenações, suspense e palavras ditas e cantadas, o espetáculo juntou-se às celebrações do centenário de Sophia iniciadas no passado mês de setembro pela Biblioteca Escolar José Craveirinha e, mais recentemente, pelo Plano Nacional de Cinema (PNC) da EPM-CELP. Sophia de Mello Breyner Andresen foi uma das mais importantes poetisas em Portugal do século XX e a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999.
web sophiaB 08NOV19

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo