capa
“Dramatiz'arte” foi o título da edição 2016 do sarau apresentado pelo Departamento de Línguas da EPM-CELP, no fim da tarde da última sexta feira, 3 de junho, no Auditório Carlos Paredes. Os espetadores viajaram no tempo e no espaço pela mão da Ana Rita, a protagonista do Sarau das Línguas que, iluminada pelos grandes valores humanistas da História Contemporânea, recebeu a visita de quatro grandes dramaturgos: Gil Vicente, Shakespeare, Cervantes e Molière. A Ana Rita ensinou-nos que a educação é um lugar de reciprocidades, onde os mestres também aprendem com os discípulos, conduzindo, ela própria, os dramaturgos pela rede/net ao encontro das novidades e inovações do mundo contemporâneo.

O Sarau das Línguas, espetáculo com grande tradição na EPM-CELP, não foi só a mostra das aprendizagens dos alunos e alunas da nossa Escola, mas também um ensinamento para o público, que foi confrontado com os grandes bens e males da sociedade. O humor, a boa disposição e o talento definem este trabalho, mas reportam também o tipo de ensino que se faz na EPM-CELP, onde as fronteiras da sala de aula são, muitas vezes, rasgadas pela imaginação e pela liberdade.

O guião foi genial e revelou-nos uma multiplicidade de portais que fundiram, num diálogo intemporal, os protagonistas da literatura universal com os seus criadores, num ritmo e cadência perfeitos que não permitiram ao espetador desligar, por um segundo, a sua atenção sobre o palco.

Com grande engenho e arte conseguiu esta equipa criativa, constituída por professores, alunos e funcionários, questionar as fronteiras do “hardware” e “software”, da vida e da morte, do espírito e da carne...sintetizando-se tudo numa única entidade: o amor.

O sarau do Departamento de Línguas trouxe-nos, mais uma vez, momentos de inquietação e de excelência, arrebatou-nos e deu-nos a convicção que a arte é o caminho.

sarau.1 sarau.2
sarau.3 sarau.4
sarau.5 sarau.6
sarau.7 sarau.8

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo