web maletasleitura mar13Mais nove maletas de leitura foram, hoje, entregues a outras tantas escolas públicas e comunitárias de Maputo do sistema de ensino moçambicano. Em cerimónia oficial realizada esta tarde, no Auditório Carlos Paredes, a EPM-CELP e o Ministério da Educação de Moçambique (MINED) chamaram ao palco os directores das diferentes escolas para receberem, simbolicamente, o espólio de uma centena de livros para utilização em contexto escolar. É o projecto "Mabuko Ya Hina" (Os nossos livros) em andamento, pelo terceiro ano consecutivo.

Escola Primária Laura Vicuña, Escola Primária Completa e Secundária do Triunfo, Escola Primária Completa Maxaquene "C", Escola Primária Completa Unidade 23 da Mafalala, Escola Comunitária Ntwananu, Escola Primária Completa da Imaculada, Escola Primária Completa Unidade 19, Escola Primária Completa Unidade 18 e Escola Primária Completa Anexa ao IFP da Matola são os estabelecimentos de ensino que "tiveram o privilégio de receber uma maleta de leitura", como classificou Antuia Soverano, directora Nacional do Ensino Primário do Ministério da Educação de Moçambique que procedeu à entrega formal dos novos equipamentos a algumas das escolas. As restantes foram entregues pela directora da EPM-CELP, Dina Trigo de Mira, e pelo embaixador de Portugal em Moçambique, Mário Godinho de Matos, que está prestes a deixar o cargo após quatro anos e meio de exercício naquela função diplomática.

As maletas de leitura entregues hoje são resultado do apoio, em Portugal, da Fundação Calouste Gulbenkian e do Projeto Ricardo Diogo ao "Mabuko Ya Hina" que, para o corrente ano lectivo de 2013, conta também com o envolvimento do Movimento Literário Kuphaluxa, a Associação Livro Aberto, a Associação Iverca e o Movimento Cívico Formiga Juju, organizações locais que se comprometem a auxiliar as escolas e os professores na gestão e dinamização das Maletas de Leitura. Esta ligação ao associativismo local também vai permitir alargar o projecto "Mabuko Ya Hina", no imediato, às comunidades da Mafalala e da Costa do Sol, que serão visitadas pelo "tchova" da Formiga Juju em dias específicos, numa iniciativa que ensaia os primeiros passos.

O projeto "Mabuko Ya Hina", coordenado pela EPM-CELP, que passou, assim, a integrar 20 escolas moçambicanas, visa disponibilizar serviços de aprendizagem, livros e recursos que permitam a todos os membros das comunidades escolares abrangidas tornarem-se pensadores críticos e utilizadores efetivos da informação. Pretende abranger mais escolas do sistema de ensino de Moçambique, difundindo o livro e a leitura por todo o país, no âmbito do Protocolo de Cooperação entre os governos de Portugal e de Moçambique no domínio das bibliotecas escolares, envolvendo o MINED e a EPM-CELP, esta enquanto parceira da Rede de Bibliotecas Escolares de Portugal.

{phocagallery view=category|categoryid=13|limitstart=0|limitcount=0}

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo