web viceministraTimor nov17
A vice-ministra da Educação e Cultura de Timor-Leste, Lurdes Bessa, visitou esta tarde a Escola Portuguesa de Moçambique (EPM-CELP) onde teve um encontro informal com a Direção da nossa Escola no qual foram abordados o Plano Nacional de Leitura (PNL) de Portugal e os desafios do ensino do português como língua não-materna.

Foi no âmbito da 7.ª Conferência da Associação Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa (FORGES), que decorrerá de amanhã a 1 de dezembro na Universidade Eduardo Mondlane, que, pela primeira vez, Lurdes Bessa pisou solo moçambicano. “Aproveitei a minha estada para fazer uma visita à Escola Portuguesa de Moçambique para aprender sobre a escola, em geral, e sobre o seu plano de leitura, em particular”, sublinhou a vice-ministra de Timor-Leste, justificando o interesse: “Estamos a pensar como criar um plano nacional de leitura em Timor e, portanto, é bom trocar experiências e ideias para ter um horizonte muito mais vasto”.

Lurdes Bessa tomou posse como vice-ministra no último dia 15 de setembro para um mandato “no qual queremos fazer muita coisa”, afirmou, garantindo que “para fazer bem é preciso ter noção do que já está feito, o que está a falhar, o que está a correr bem para não pegar em exemplos que não foram sucessos” e concluindo que “é preciso analisar o máximo possível para puder aplicar novas ideias à realidade de onde venho”.

Na sequência da visita que efetuou às nossas instalações Lurdes Bessa afirmou tratar-se de um espaço muito agradável onde acredita “que as crianças que cá estudam sejam muito felizes”. Comparando com Timor-Leste a vice-ministra declarou que a “Escola Portuguesa Ruy Cinatti é muito bonita, tem excelentes espaços, mas existe num contexto mais pequeno quando comparado a esta realidade”, frisando, porém, que sendo “realidades diferentes, são muito próximas pelo que a troca de experiências com a EPM-CELP foi fundamental e muito interessante”.

No final da visita Lurdes Bessa manifestou-se grata à Direção da EPM-CELP, disponibilizando-se para contactos futuros: “Saio daqui muito mais rica e com mais amigos”.

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo