letra.a.letra
"Letra a letra" é um espaço editorial que acolhe as crónicas e artigos de alunos colunistas da EPM-CELP que, periódica e regularmente, partilham connosco as suas opiniões sobre os mais variados temas.



Colunistas

Miguel PadrãoMiguel-Padrao

Começamos a exposição com uma paradigmática situação: desde a pacífica, tolerante, egualitária e compassiva Revolução Francesa, o Homem tem clamado infinitamente por três ideais, forçadamente reunidos num lema esquizofrénico (Liberté, egalité, fraternité) e colado a custo (e cuspo) por séculos de intelectualoides desempregados. Desde a tomada da Bastilha, desde o assalto ao palácio de Versalhes, desde a decapitação de Luís XVI, Maria Antonieta e Robespierre e desde a guerra de Vendaia, multidões enfurecidas, de intentos muito pouco fraternos, têm clamado por aqueles três ideais, enquanto perturbam a ordem, destroem a propriedade alheia, espalham o caos e a ruína, forçam uma igualdade ditatorial e autómata, formatam as suas vítimas e, lenta mas inexoravelmente, se diferenciam em líderes carismáticos e seguidores inertes e inebriados. Já Orwell dizia que "somos todos iguais, mas há uns mais iguais que os outros"; o exemplo mais gritante e revoltante desta igualdade falaciosa, podre e apenas aparente é, por decerto, a ditadura do proletariado.

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo